CURSO DE PORTUGUÊS – NÍVEL SUPERIOR


PROGRAMA:


1 — FONOLOGIA E ORTOGRAFIA

a) Letra e fonema. Vogais, consoantes e semivogais. Ditongos crescentes e decrescentes. Tritongos. Hiatos. Dígrafos. Encontros consonantais perfeitos e imperfeitos. Separação de sílabas. Parônimos.

b) O sistema ortográfico. Emprego das letras. Acentuação: a regra de 1943 e as modificações introduzidas pelo Acordo. Grafia dos porquês.

2 — MORFOLOGIA

a) Estrutura do léxico. O quadro das dez classes gramaticais. A importância de cada uma delas. Classes variáveis e invariáveis; a distinção adjetivo/advérbio. Classes abertas: substantivos, adjetivos e verbos. Classes fechadas: artigos, numerais, pronomes advérbios. Um caso especial: os advérbios em –mente.

b) A criatividade lexical: processos de formação das classes abertas. Derivação. O mecanismo da derivação sufixal. Formas paralelas na formação de substantivos por sufixação. Composição vernácula e composição erudita. O aportuguesamento de vocábulos estrangeiros: o processo de filtragem ortográfica. Princípios gerais. Processos menores: truncamento, siglas, nomes industriais, vocábulos criados no mundo literário e contribuições da gíria.

c) O substantivo e as classes que o acompanham. Abstratos de ação e de qualidade. Número: plurais problemáticos. Plural dos nomes em –ão. Plural dos diminutivos. Gênero: substantivos de gênero duvidoso. Casos especiais de feminino (presidenta, generala, etc.)

d) O adjetivo. Superlativo dos adjetivos — formas abundantes. Equivalência de locuções adjetivas e adjetivos eruditos. Consequências da alteração na ordem substantivo-adjetivo. Plural dos substantivos e adjetivos compostos.

e) Artigos, numerais e pronomes. A organização do sintagma nominal. Pronomes demonstrativos adjetivos e pronomes indefinidos adjetivos. Artigo opcional antes de nomes próprios e de pronomes possessivos. Consequências no uso do acento de crase. Emprego de artigo antes dos nomes de cidades, estados e países. Concordância do numeral com o substantivo. Os demonstrativos: emprego de este e esse.

f) Verbos: regulares x irregulares; abundantes x defectivos. Tempos primitivos e derivados. Dificuldades na conjugação: derivados de ter, ver, vir, pôr, etc. Conjugação com o pronome O enclítico. Verbos defectivos: precaver e reaver. Particípios abundantes. Formação do Imperativo. A diferença entre tu e você. Problemas ortográficos: S ou Z, J ou G, –ui ou –ue, etc.

3 — SINTAXE

a) A estrutura da frase simples. Morfologia x sintaxe; classe x função. Sujeito e predicado: os padrões frasais. Verbos intransitivos: o padrão S – V- ∅. Os transitivos: padrões S-V-OD, S-V-OI e S-V-OD-OI. Distinção entre objeto direto e objeto indireto. Os verbos de ligação: o padrão S-V-Predicativo. O predicativo do objeto. Adjunto adverbial. Configuração e posição na frase. Voz ativa e voz passiva. O agente da passiva. O equívoco da NGB: adjunto adnominal e complemento nominal. Sintaxe dos pronomes pessoais – retos e oblíquos.

b) Concordância e regência. Orações sem sujeito: haver e fazer. Verbos impessoais nas locuções verbais. Voz passiva pronominal (ou sintética). Concordância do verbo ser. Casos duvidosos de regência. Crase.

c) O período composto. Diferenças entre a coordenação e a subordinação. Nexos oracionais: coordenativos x subordinativos. Os pronomes relativos. Orações substantivas, adjetivas e adverbiais. Equivalência concessivas—adversativas. Equivalência causais—consecutivas. O conceito de “oração principal”. Orações reduzidas e desenvolvidas.

4 — PONTUAÇÃO

Pontuação e sintaxe. A vírgula: deslocamentos e intercalações; orações adjetivas explicativas. O ponto-e-vírgula: enumerações complexas, coordenadas assindéticas e conjunções pospositivas. Parêntese e travessão. Equivalências. Pontuação final: ponto, interrogação, exclamação, reticências.

5 — INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS

Reconhecimento do campo semântico. Análise contextual de palavras e expressões. Tipos de enunciado e diferentes abordagens. Conceito e a abrangência de inferência. Reconhecimento do tema geral do texto. Argumentos utilizados pelo autor. Métodos práticos que facilitam a interpretação.

6 — REESCRITA

O que é semântica. A importância dos nexos oracionais. Os modalizadores textuais e sua função. Inversões sintáticas e modificações semânticas. Correção gramatical x manutenção do sentido. Nominalização de subordinadas e coordenadas. Transposição da desenvolvida para reduzida e vice-versa.