Artigos marcados com: Bluteau

Lendo o dicionário (2)

A leitura de um dicionário com personalidade pode trazer mais divertimento e emoção do que muitos desses romances premiados que hoje chovem por aí, em que nada acontece entre uma capa e outra.

ler completo
Lendo o dicionário (1)

Que livro você levaria para uma ilha deserta? Muitas vezes, ao longo da vida, respondi a esta clássica pergunta, sempre indeciso entre a Odisseia, Guerra e Paz ou As 1001 Noites. Hoje, sem dúvida, eu escolheria um dicionário.

ler completo
Sai Aurélio, entra Houaiss

“Não há autor mais infeliz que o de um Vocabulário.” Padre Rafael Bluteau (1638-1734) 1 — Por vinte e cinco anos o dicionário de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira foi um companheiro inseparável no meu trabalho com a Língua Portuguesa. Fui um aurelista de primeira hora; aderi ao Novo Dicionário em 1975, no dia em […]

ler completo
A palavra, sombra da voz, cadáver da locução

O que são as palavras? No início do século XVIII, Dom Rafael Bluteau, um de nossos primeiros dicionaristas, exprime sua opinião em um trecho antológico pela fina mistura de ciência e poesia.

ler completo