Artigos marcados com: nada haver

tudo a ver

Há mais de trinta anos uma leitora procura justificativas para a grafia “tudo haver”. Talvez seja um alívio para ela saber que a forma correta é “tudo A VER” — e que “tudo haver”, “tudo a haver” ou “tudo há ver” são combinações inaceitáveis em nosso idioma.

ler completo