Artigos marcados com: sufixos

rápida e silenciosamente

Leia e veja por que -MENTE não pode ser classificado como um sufixo comum.

ler completo
acriano

O Doutor esclarece: embora ainda seja polêmica a forma correta de grafar certos TOPÔNIMOS, a grafia dos adjetivos gentílicos sempre seguirá, rigorosamente, a norma ortográfica em vigor.

ler completo
o gentílico BRASILEIRO

Uma leitora argentina quer saber por que BRASILEIRO parece ser o único adjetivo gentílico que nosso idioma formou com esse sufixo.

ler completo
-eano ou –iano?

A foto, tirada num desfile beneficente, mostrava uma tradicional apresentadora de TV usando apenas roupas íntimas; comentando seu corpo bem cuidado, a legenda dizia: “A poderosa balzaqueana deixou muita jovenzinha morrendo de inveja”. Ou seria balzaquiana?  O sufixo -ano, com sua variante –iano, tinha um significado básico de “proveniência, origem”: doces serranos, autores italianos, monges […]

ler completo
coletivos

Houve um tempo em que saber os coletivos mais esquisitos era sinal de sólida cultura em Língua Portuguesa. Por que já não são tão importantes assim?

ler completo
assessoramento

Caro professor, adorei sua página. Por favor, gostaria de um esclarecimento sobre uma palavra que alguém que eu conheço insiste em usar: assessoramento. Essa palavra existe em Português?  Não seria melhor usar assessoria? Essa pessoa, por exemplo, usa “assessoramento técnico e comercial em transporte vertical”. Isso é correto? Marilena R. — Campinas Cara Marilena: quanto […]

ler completo
absenteísmo

O Doutor alerta: o sufixo –ismo que está presente em cristianismo e classicismo não é o mesmo que aparece em clientelismo ou denuncismo.

ler completo
nomes comerciais em X

Por que há tantos nomes comerciais terminados em X? O Doutor apresenta suas suposições.

ler completo
Antigos diminutivos

Muitas palavras importantes que empregamos hoje eram simples diminutivos no Latim.

ler completo