crase – a jornalistas

Prezado Professor: outro dia escrevi uma frase assim: “Associação entrega prêmio à jornalistas“. Várias pessoas disseram que a crase era indevida, mas uma ou duas pessoas disseram que estava certa. Como a palavra jornalista pode ser usada tanto para o homem como para a mulher, qual o seu veredicto?. 

Glei S.

Meu caro Glei: não se trata de um veredito (ou veredicto, como usaste; ambos estão corretos); apenas de uma simples regra de crase. Se escreveste “a jornalistas“, jamais poderia haver acento neste “A“, que é, sem dúvida, apenas a preposição isolada. Se tivéssemos aí um “AS“, então a presença do “S” final revelaria que também ocorre um artigo, tornando obrigatório o uso do acento: “Associação entrega prêmio ÀS jornalistas” — só que me parece que não estavas te referindo a um grupo de mulheres jornalistas, não é? 

A tua argumentação de que jornalista serve para ambos os gêneros não tem o menor fundamento, Glei. Ou “Associação entrega prêmio à jornalista Fulana de Tal”, ou “Associação entrega prêmio ao jornalista Fulano de Tal”. Se escrevêssemos “Associação entrega prêmio a jornalista“, a manchete poderia estar se referindo tanto a um homem, quanto a uma mulher. Abraço. Prof. Moreno

Quer conhecer a mitologia grega?
Então ouça o podcast Noites Gregas, do professor Moreno.