Categorias
Crase Lições de gramática

devido a medicação (crase)

“Acredito que minha dúvida seja comum a muitos brasileiros: existe uma regra simples para o uso da crase? Por exemplo, “devido A medicação errada” leva ou não crase? Obrigada e parabéns pelo site.”

Andrea, jornalista — São Paulo 

Prezada Andrea, obrigado pelos elogios. A regra de crase é muito simples (em breve, publico um material sobre isso na seção Lições de Gramática; aguarda). O que pode ser complexo, no entanto, é o contexto em que nós temos de decidir sobre o seu uso. A tua frase — “devido a medicação errada” — é um bom exemplo dessa complexidade. Por exemplo, (1) imaginemos que o médico XXX tenha matado um paciente ao prescrever-lhe um remédio inadequado; o paciente morreu devido à medicação errada que o médico lhe prescreveu. Compara com (2): “Muita gente morre no Brasil devido a medicação errada” . Por que em (1) aparece o acento de crase, e em (2) não? Posso te assegurar que não tem nada a ver com a regra da crase, mas sim com o uso (ou não) do artigo definido, esse pequeno vocábulo cuja importância tanto esquecemos. Em (1), o artigo está presente, pois estamos falando de uma medicação errada definida. Em (2), ele está ausente, pois nos referimos a “qualquer medicação errada”, indefinidamente. Este é o mesmo caso de “o infrator está sujeito a multa (leia-se: a [uma] multa), que é bem diferente de “o infrator está sujeito à multa de R$ 100,00). Não sei se, na pressa, consegui me fazer entender. De qualquer forma, fico devendo uma explicação mais abrangente, já que, com a tua, são muitas as perguntas sobre o assunto. Continua minha leitora! Abraço. Prof. Moreno 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.