embora

Na expressão “ir embora“, qual é a classificação da palavra embora? Ela faz parte do verbo? É um advérbio? É uma partícula sem classificação? Funciona como preposição? Ou …?

Paula G. M. — Natal (RN)

Prezada Paula: a palavra embora é um EMBORA formado, historicamente, pela aglutinação dos vocábulos que compõem o adjunto adverbial “em boa hora”. No Aurélio, vem um feliz exemplo do Gil Vicente, extraído do Auto de Mofina Mendes, onde isso fica bem claro: 

Paio Vaz, se queres gado,

dá ó demo essa pastora: 

paga-lho seu, vá-se embora

ou má hora, e põe o teu em recado. 

É evidente que hoje ninguém mais enxerga no embora essa idéia de “em boa hora”; no entanto, não concordo com o Aurélio quando diz que, em “vamos embora”, embora é uma partícula desprovida de significado; prefiro seguir o Houaiss, para quem ele continua sendo o mesmo advérbio, com outro valor semântico; no mesmo sentido, o Dicionário da Academia de Ciências de Lisboa considera habitual o emprego deste advérbio “com verbos de movimento, para indicar afastamento de um lugar”. Abraço. Prof. Moreno

Depois  do Acordo: idéia > ideia

Quer conhecer a mitologia grega?
Então ouça o podcast Noites Gregas, do professor Moreno.