Categorias
Lições de gramática Semântica

muito provavelmente

Aprenda a diferença entre provavelmente e muito provavelmente.

Prezado Professor: gostaria de saber se posso escrever, nos meus laudos médicos, algo como “As áreas descritas correspondem mais provavelmente a processo degenerativo benigno”. É correto expressões como mais provavelmente, mais freqüentemente?. 

Silvio T. (médico)  — São Paulo.

Meu caro Sílvio: mais e menos são dois advérbios intensificadores que podem ser usados com VERBOS (trabalhou mais, trabalhou menos), com ADJETIVOS (mais feliz, menos feliz) ou mesmo com ADVÉRBIOS (mais longe, mais raramente). Uma coisa pode ser provável, mas outra pode ser ainda mais provável; isso acontece freqüentemente, mas pode acontecer mais freqüentemente aos sábados. 

 Não sei exatamente a estrutura do parágrafo em que pretendes usar o mais provavelmente; lembro-te apenas que o mais deve ser usado quando queremos estabelecer uma relação de comparação entre X e Y: se duas coisas são prováveis, nada impede que uma seja mais provável que a outra. 

No entanto, se quiseres (como parece o teu caso) apenas intensificar o provavelmente numa única situação (isto é, sem outro pólo de comparação), então o advérbio indicado para isso é muito, não mais. Dizer que “a doença se manifesta provavelmente por causa da exposição ao sol” é diferente de afirmar que “a doença se manifesta muito provavelmente por causa da exposição ao sol” — as probabilidades aumentaram. Se escreves “As áreas descritas correspondem muito provavelmente a processo degenerativo benigno”, estás opinando que as chances de ser exatamente assim são muito grandes. Era isso o que querias dizer, no teu laudo? Abraço. Prof. Moreno

P.S.: Agora, uma recomendação: quando um usuário treinado, como é o teu caso, sentir soar uma nota falsa ao optar por uma determinada expressão, deve seguir a sua intuição e não usá-la. É mais ou menos como, mutatis mutandis, a pessoa que evita um determinado alimento porque pressente que ele vai lhe fazer mal. Se eu me submetesse a uma investigação médica, poderia um dia encontrar uma causa orgânica para a minha repugnância por manteiga; enquanto eu não faço isso, contudo, trato de me manter bem longe da bandida.

Depois  do Acordo: freqüentemente> frequentemente

pólo > polo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.