o EU pode vir primeiro?

Prezado Doutor: conversando com amigos, fiz a seguinte afirmação: “Que interessante! Eu, Fulano e Beltrano comemoramos aniversário no mesmo dia!”. Fui corrigido, com a afirmação de que deveria colocar o eu no final da oração (“Fulano, Beltrano e eu…”). Qual a forma correta? Obrigado. 

Francisco M. —  Santos (SP)

Meu caro Francisco: aqui não existe certo ou errado. O que temos é uma convenção de educação (como aquela de deixar os mais velhos entrarem primeiro, ou a de oferecer o lugar no ônibus às damas): quando falamos de alguma coisa ruim, colocamos o eu antes do resto (“Eu, Fulano e Beltrano fomos considerados culpados pela invasão da Reitoria”); quando falamos de alguma coisa boa, deixamos o eu para o fim (“Fulano, Beltrano e eu fomos premiados pelo vídeo de conclusão de curso”). São regras de urbanidade, não regras de gramática; a gente segue se quiser ser polido. O exemplo que tu deste é particularmente neutro (não é do bem, nem do mal); nesse caso, usa como quiseres. Abraço. Prof. Moreno

Quer conhecer a mitologia grega?
Então ouça o podcast Noites Gregas, do professor Moreno.