SE + SE

Professor, o se aparece repetido no texto abaixo; por que e como isso acontece?

“Quando estou lá fora, sempre aprontam alguma coisa, até mesmo SE SE trata de país tão amigo e fraterno quanto Portugal.”

 Danilo N. —  Pelotas (RS)

Prezado Danilo, a frase está correta, mas, como tu mesmo intuíste, é muito desajeitada. O primeiro SE é a conjunção condicional (no Inglês, seria o if). O segundo é o pronome SE, que faz parte do verbo tratar-se; infelizmente, ele não pode, neste caso, ficar depois do verbo (em ênclise): seria horripilante um “*até mesmo se trata-se”.

 Examina a frase “quando se trata de dinheiro”, ou “é sério, porque se trata de dinheiro”: temos [quando + se] e [porque + se]. O “se”, em ambos os exemplos, é pronome. Agora imagina a conjunção SE entrando no lugar de quando ou de porque: [se + se]. Perfeitamente possível; eu, contudo, evitaria, reescrevendo a frase para “até mesmo no caso de um país…” ou “até mesmo quando se trata de um país ..”. Há sempre dezenas de maneiras para dizer a mesma coisa: essa é a grande riqueza da língua. Abraço. Prof. Moreno

Quer conhecer a mitologia grega?
Então ouça o podcast Noites Gregas, do professor Moreno.