à Maria, a Maria

Professor Moreno: ao escrever uma carta para minha filha, me surgiu uma dúvida. Como devo preencher o destinatário? À Maria ou simplesmente A Maria, sem o acento de crase? Obrigada pela sua atenção.

Alexandra – São Paulo

Minha cara Alexandra: escreve como tu quiseres. Acontece que os falantes do Português se dividem em dois grupos: os que usam e os que não usam artigo antes de nomes próprios. Quando eu falo do meu filho Matias, eu digo “o Matias passou por aqui”, mas sua namorada, que é do Rio de Janeiro, já prefere dizer “Matias passou por aqui”. No feminino — é o teu caso —, uns dizem “Encontrei Maria no jogo”, outros dizem “Encontrei a Maria no jogo”. Ora, como deves te lembrar do teu tempo de colégio, tudo o que mexe com o artigo feminino tem reflexos no acento de crase. Se usas o artigo quando falas da tua filha (“estou pensando NA Maria”, “o noivo DA Maria”), vais escrever “À Maria” (preposição + artigo = crase). Se não empregas o artigo (“o quarto DE Maria”, “o noivo DE Maria”), é evidente que estarás escrevendo apenas a preposição: “A Maria“. Escolhe aí um João, escreve uma carta para ele e tudo vai ficar mais claro: ou escreves “Ao João”, ou “A João”. A decisão é tua. Abraço. Prof. Moreno

Quer conhecer a mitologia grega?
Então ouça o podcast Noites Gregas, do professor Moreno.