gênero dos países

Prezado Professor: quando vamos usar o artigo definido antes do nome de um país, precisamos saber se ele é masculino ou feminino, para fazer a concordância: O Paraguai, mas A Venezuela. Onde posso pesquisar sobre o gênero dos países?”

Marta G. (11 anos) — Juiz de Fora (MG)

Minha prezada Marta: na gramática, o gênero dos seres sexuados é sempre idêntico ao da biologia: a vaca, a cabra e a mulher são femininos, e o boi, o bode e o homem são masculinos. A língua, no entanto, atribui aos demais substantivos um gênero que é totalmente arbitrário; eles vão ser considerados masculinos ou femininos por várias razões, entre as quais predomina o padrão fonológico — ou seja, há terminações associadas ao masculino e outras associadas ao feminino. Não há nada que torne o Uruguai masculino e a Venezuela feminina, além da terminação: nosso idioma trata os nomes de países, regiões, estados como femininos quando terminam em A átono, e como masculinos em todos os demais casos:

Femininos: China, Sibéria, Patagônia, Austrália, Alemanha, Paraíba, Europa, Ásia, Noruega, Groenlândia, Andaluzia, Bélgica, Croácia, Malásia, Índia, Austrália, etc.

Masculinos: Peru, Japão, Chile, Brasil, Goiás, Ceará, Sergipe, México, Panamá, Haiti, Marrocos, Egito, Irã, Portugal, Canadá, Panamá (o A é tônico), Uruguai, Israel, etc.

Que eu me lembre, só dois países rompem esse princípio: trata-se do Quênia e do Camboja, que terminam em A mas são considerados masculinos. Como vês, há um padrão por trás de tudo isso, e nosso idioma é mais organizado do que geralmente se pensa. Abraço. Prof. Moreno

Quer conhecer a mitologia grega?
Então ouça o podcast Noites Gregas, do professor Moreno.