Categorias
Lições de gramática Verbos - conjugação

lê ou leia

O Doutor alerta para a dificuldade de usar corretamente o tu e mostra uma escorregadela do Milton Nascimento e do Gilberto Gil em seu último CD.

Professor, qual a forma correta: ouve o que eu falo ou ouça o que eu falo; olhe esta flor ou olha esta flor; cheire este perfume ou cheira este perfume? Abraço. Lucilia  L.

Minha cara Lucília, todo brasileiro tem o direito de escolher entre tu ou você como forma de tratar seu interlocutor. Geralmente, a turma aqui do Sul prefere o tu, enquanto o pessoal de Santa Catarina para cima prefere o você. De qualquer forma, a escolha é livre. Acontece que, feita a escolha, as conseqüências gramaticais (verbos, pronomes, etc.) devem estar de acordo com a opção, já que o tu é um pronome de pessoa, enquanto você é de . Por isso, eu, que sempre uso o tu, vou dizer: “LÊ isto aqui, OUVE bem o que te digo, FICA quieta, PRESTA atenção”. Alguém que use o você vai dizer: “LEIA isto aqui, OUÇA bem, FIQUE quieta, PRESTE atenção”. 

Um aviso, no entanto, minha cara leitora: o uso do tu é para quem está acostumado. Essa forma, que está sendo progressivamente abandonada pelo Português do Brasil, pode tornar-se uma armadilha fatal para recém-chegados. Dá uma ouvida no último CD do Milton Nascimento e do Gilberto Gil, e vais entender o que digo. Na faixa Dinamarca, os dois (que usam você desde pequeninos) resolveram dirigir-se a um homem do mar tratando-o por tu — e não deu outra: escorregaram duas vezes na flexão verbal. A primeira, no imperativo: “Capitão do mar… lembres que o mar também tem coração” — usassem ou lembra (tu), ou lembre (você). A segunda, no pretérito perfeito: “Depois do dia em que tu partistes“. Eles misturaram o tu com o vós; a segunda pessoa do singular  partiste. Para um especialista, esses são claros sinais de que o tu” está desparecendo como pessoa gramatical, sendo preservado apenas como uma forma de tratamento. Mas isso vai ser assunto de outra Lição de Gramática. Abraço. Prof. Moreno.

Depois  do Acordo: conseqüências > consequências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.