dona de casa

Ilustre Professor: a forma correta de grafar aquela profissão que também designamos como “do lar” ou “afazeres domésticos” é dona de casa ou dona-de-casa

José E. Porto Alegre (RS)

Meu caro José: escreve como melhor te aprouver. Não existem regras quanto ao uso do hífen em vocábulos compostos (e sim em vocábulos prefixados). Se quiseres, podes reservar dona de casa, sem hífen, para o genérico (embora o seu uso me pareça pouco provável; só posso imaginar exemplos do tipo “ela é dona de casa, de apartamento, de fazenda na fronteira”), e escrever dona-de-casa, com hífen, para a caracterização profissional (“a associação das donas-de-casa”, “ele é advogado, e ela é dona-de-casa”). A maioria das pessoas escreve sempre sem o hífen, nos dois empregos acima, mas é uma questão de preferência. Eu enfrento um problema similar com o nome do sinal “:”; a maior parte dos gramáticos escreve dois pontos mas eu prefiro dois-pontos, reservando a forma não-hifenizada para “duas vezes o ponto” (“quero destacar dois pontos”; “aqui faltam três vírgulas e dois pontos”).

Há muitas outras situações como esta, José, em que podemos escolher entre duas ou mais formas corretas. A soma de nossas escolhas é que constitui o nosso estilo individual. É semelhante à moda: se entrares numa grande loja masculina, todas as roupas que lá estão são decentes e usáveis, mas cada um vai escolher determinados itens, que comporão a sua maneira de vestir. Abraço. Prof. Moreno

Quer conhecer a mitologia grega?
Então ouça o podcast Noites Gregas, do professor Moreno.