Categorias
Destaque Formação de palavras Lições de gramática

INTERNET é hibridismo?

Palavras como SOFTWARE, INTERNET ou HAMBÚRGUER, trazidas de línguas estrangeiras, devem ser classificadas como “importações” ou “empréstimos” — independentemente do processo que as fez nascer no idioma de origem.

Professor! Preciso da sua ajuda! Caiu num concurso que a palavra internet, quanto a sua formação, é caso de hibridismo. Eu, no entanto, entendo ser uma palavra de origem inglesa, e que, portanto, não segue as regras e denominações da gramática brasileira. O senhor pode me ajudar?

Cristiane N.

Prezada Cristiane, palavras estrangeiras como internet, modem, mouse, etc. nada têm a ver com os processos internos de formação de palavras do Português. Se perguntarem qual o processo que deu origem a PASSATEMPO, a resposta é composição; DEGRADÁVEL é uma derivação sufixal; MOTO é uma redução ou abreviação de MOTOCICLETA; INFELIZ é uma derivação prefixal; INTERNET, assim como LASER ou HAMBÚRGUER, é uma importação (ou empréstimo, como preferem chamar aqueles que, pelo visto, um dia pretendem devolver). É simples assim.

Ninguém pode obrigar um candidato a identificar, na língua de origem, o processo de formação de um vocábulo importado, pois isso implicaria conhecer os mecanismos de formação próprios do Inglês, do Alemão, do Francês, do Malaio, do Chinês e de tantos outros que compõem a grande lista dos idiomas que forneceram palavras para nosso léxico. Posso te assegurar, aliás, que nem mesmo os doutos professores que elaboraram a prova dominam todas essas línguas…. Se a banca marcou hibridismo (que, além disso, como todo o mundo acadêmico sabe, já é um conceito totalmente ultrapassado…), errou feio. Abraço. Prof. Moreno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.