M antes de P e de B

Caro professor, gostaria de saber o porquê de usarmos M antes de P ou B. Obrigado

 Osmar L. A. — Florianópolis (SC)

Meu caro Osmar: a razão para essa escolha, imagino, vai ser encontrada em algum princípio presente por todas as línguas ocidentais: que eu me lembre, o Inglês, o Italiano, o Francês, o Espanhol, além do Português, também usam apenas M antes de P e de  B. A base dessa restrição deve ser de ordem fonológica (hoje se sabe que a Fonologia está na base de todos os sistemas ortográficos, que não são tão arbitrários e caprichosos como geralmente se pensa): como o /p/ e o /b/ são fonemas tradicionalmente classificados como bilabiais (temos de unir os dois lábios para poder pronunciá-los), a letra escolhida para representar a nasal antes desses fonemas só poderia ser o M, correspondente ao fonema /m/, também classificado como bilabial. Assim, a combinação de letras adotada na nossa ortografia (M+P e M+B) é a que melhor corresponde à natureza dos fonemas representados. É por essa e por outras que reformas ortográficas devem ser feitas por lingüistas, e não por “acadêmicos” das mais variadas origens e formações, como é o caso dos nossos imortais. Abraço. Prof. Moreno 

Depois do Acordo: lingüistas > linguistas

Quer conhecer a mitologia grega?
Então ouça o podcast Noites Gregas, do professor Moreno.