derrepente?

Boa noite Professor! Ontem, “conversando” por e-mail com uma colega, ela me disse que de repente teria sofrido alteração na grafia após a Reforma, passando a ser escrito derrepente. Eu não acreditei, mas, como nada li sobre a Reforma, não posso afirmar que ela esteja errada. Pode esclarecer minha dúvida? Desde já, lhe agradeço. Isabel Costa C.

Mas que confusão fez essa sua amiga, hein, Isabel! Ela ouviu falar que vocábulos iniciados por R, quando recebessem prefixo terminado em vogal, teriam o R duplicado (birreator, autorrevisão, etc.) — o que é verdade. O problema é que ela não tinha nada que aplicar a regra a de repente! O de, aqui, é uma simples preposição, não um prefixo! São duas palavras separadas — de e repente —, como de resto, de ré, de rastros, de relance, entre muitos. Avise para a amiga que *derrepente sempre será um erro cabeludo! Abraço. Prof. Moreno

Quer conhecer a mitologia grega?
Então ouça o podcast Noites Gregas, do professor Moreno.