Categorias
Crase Lições de gramática

crase precisa de artigo!

Da mesma forma que a ocorrência da crase é muito mais limitada do que parece, as dúvidas sobre ela também giram sobre os mesmos pontos de sempre. Quatro leitores apresentam suas dúvidas sobre o emprego do acento de crase; à primeira vista, podem parecer quatro perguntas diferentes, mas veremos que todas tratam da presença do artigo feminino.

(1) Oi, Prof. Moreno: qual é a forma correta? “A revista foi feita À muitas mãos” ou “A revista foi feita A muitas mãos” (sem crase)? Ou seja, utilizo crase antes de muitas ou não? Desde já, fico muito agradecida. Geda L.

Prezada Geda: é evidente que nesta frase não está presente um dos ingredientes indispensáveis para a crase, que é o artigo feminino. Se ele estivesse na frase, terias um AS antes de muitas. O A que temos aí é simplesmente uma preposição e, ipso facto, NÃO pode receber acento de crase. Abraço. Prof. Moreno

(2) Caro prof. Moreno, tenho uma dúvida que pode parecer banal, mas não consigo sanar: em “embalagem A vácuo” e “empacotado A vácuo”, ponho ou não ponho acento de crase? Não se trata de uma maneira de embalar ou empacotar? Muito obrigada. Telma F.

Minha cara Telma: para que haja acento de crase, é necessário que a preposição A se encontre com o artigo feminino A: “entregue isso A (preposição) + A (artigo) diretora” = À diretora. Logo, é impossível encontrar esse segundo A (o artigo feminino) antes de um vocábulo masculino como vácuo. É por isso, Telma, que se diz que não ocorre acento de crase antes de masculinos: é pela absoluta falta do segundo elemento necessário, o artigo. Embalagem a vácuo, motor a diesel, navio a vapor, preencha a lápis — todos sem acento, porque todos são masculinos. Abraço. Prof. Moreno

(3) Prezado Moreno, em “atendimento especial A clientes”, o A leva acento de crase? Por favor, responda esta, porque a briga aqui interna é grande. Grato. Klein  

Meu caro Klein: para que haja acento de crase, é necessário que a preposição A se encontre com o artigo feminino A. Supondo que vocês só tivessem mulheres como clientes (um Centro de Ginecologia, por exemplo — o que não me parece ser o caso de vocês…—, o anúncio poderia prometer “Atendimento ÀS clientes”. Nota que a presença do S final revela claramente que o artigo feminino está ali, junto com a preposição. No caso de “Atendimento A clientes”, no entanto, esse A é indiscutivelmente uma preposição isolada; NÃO há hipótese, portanto, de receber o acento de crase. Abraço. Prof. Moreno

(4) Caro professor Cláudio Moreno, uma dúvida gerou muita confusão entre meus colegas de trabalho: “Folheado À ouro” ou “Folheado A ouro”? Alguns argumentaram que, devido a palavra “ouro” ser masculina, a crase não se aplica; outros argumentaram que ela se aplica, pois a palavra feminina está implícita. Você pode pode nos ajudar com essa dúvida? Muito obrigado. Toni L.

Prezado Toni: aqui não há como tentar enxergar uma palavra feminina elíptica (subentendida) antes de ouro. Portanto, não há artigo feminino e, conseqüentemente, não pode haver acento de crase. E mais: mesmo que fosse “folheado a prata“, também não haveria o acento, porque aqui, em ambos os casos (ouro ou prata), não está sendo empregado o artigo definido; o A é apenas a preposição. Abraço. Prof. Moreno

Depois  do Acordo: conseqüentemente > consequentemente