Artigos marcados com: fala e escrita

O livro do MEC (conclusão)

Do ponto de vista científico, desconhecer o Português padrão não representa deficit algum; do ponto de vista social, no entanto, esse desconhecimento é uma verdadeira SENTENÇA CONDENATÓRIA.

ler completo
O livro do MEC (3)

O linguista dedica-se a observar e analisar os fatos da linguagem para melhor entendê-la; o seu compromisso é com a CIÊNCIA. Pois nós, professores de Português, não somos nem pretendemos ser cientistas. Longe disso; o compromisso que temos é com a CULTURA.

ler completo
O livro do MEC (2)

A Escola precisa falar claramente com a Linguística: “Fico-lhe muito grata por sua importante contribuição, amiga, mas vamos esclarecer uma coisa: o meu compromisso é com a Cultura”

ler completo
Sobre o livro do MEC (1)

Quem reagiu conta a publicação do MEC não estava repudiando os princípios da ciência da Linguística, mas sim enviando um claríssimo recado que os linguistas insistem em não ouvir: não é isso o que esperamos da escola.

ler completo
imbróglio?

Um dia desses, em uma entrevista na TV, ao comentar a confusão legislativa que se criou em torno da desastrada reforma ortográfica com que andam nos ameaçando, eu a chamei de imbroglio (“confusão, maçaroca”), vocábulo que muito aprecio, pronunciando-o à italiana — /imbrólho/. Pois duas horas não eram passadas e eu já recebia, pelo correio […]

ler completo